Av. Alfredo Baltazar da Silveira, 580, loja 215 B, 2° andar setor França ( Barra World)

 Barra da Tijuca, Rio de Janeiro – RJ, 22790-710

Tel.: 55 (21) 2137 5535 – Cel.: 55 (21) 96411 7444

Perguntas Frequentes 

 

Selecionamos aqui algumas perguntas que são feitas constantemente, esperamos esclarecer algumas dúvidas mas lembrando que estaremos sempre disponíveis para tira-las pessoalmente ou por qualquer canal de comunicação.

01 Quais as vantagens de se contratar um Síndico Profissional?

1- O Síndico Profissional, como o próprio nome já sugere, é um especialista em Gestão Condominial e tende a ter mais experiência no assunto que um síndico-morador, além do fato de que cada vez mais os condomínios estão se parecendo com empresas, vide as inúmeras demandas sociais, jurídicas e fiscais. 

 

2- Por não ser morador e sim um Síndico contratado, tem mais facilidade no trato imparcial e gestão de conflitos, além de uma relação mais profissional com moradores.

 

3- Imparcialidade nas relações com prestadores de serviço.

4- Disponibilidade de tempo, tendo em vista que este é o seu trabalho.

5- Conhecimento das rotinas condominiais, facilitando a tomada de decisões operacionais do condomínio.

6- Redução de custos.

7- Planejamento de objetivos e metas junto ao conselho fiscal e moradores.

 

 

 02  Quem responde Civil e Criminalmente pelo condomínio?

O síndico, seja ele morador ou Síndico Profissional.

 

 

 03  Quais os deveres de um Síndico?
 
De acordo com artigo 1.348 do Código Civil, compete ao síndico:

I - convocar a assembleia dos condôminos;

II - representar, ativa e passivamente, o condomínio, praticando, em juízo ou fora dele, os atos necessários à defesa dos interesses comuns;

III - dar imediato conhecimento à assembleia da existência de procedimento judicial ou administrativo, de interesse do condomínio;

IV - cumprir e fazer cumprir a convenção, o regimento interno e as determinações da assembleia;

 

V - diligenciar a conservação e a guarda das partes comuns e zelar pela prestação dos serviços que interessem aos possuidores;

VI - elaborar o orçamento da receita e da despesa relativa a cada ano;

VII - cobrar dos condôminos as suas contribuições, bem como impor e cobrar as multas devidas;

VIII - prestar contas à assembleia, anualmente e quando exigidas;

IX - realizar o seguro da edificação.